Que a nossa competência nos defina. Por Roberta Lídice.

 

 

Que a nossa competência nos defina.

Por Roberta Lídice.

“Quem sabe direito o que uma pessoa é? Antes sendo: julgamento é sempre defeituoso, porque o que a gente julga, é o passado.” – Guimarães Rosa.

Um profissional competente e dedicado, não deve ser definido por sua aparência.

Obviamente que, a experiência é fundamental para o exercício de qualquer profissão, a fim de que possamos pautar nosso trabalho na busca da excelência.

Nesse sentido, vale ressaltar que, a idade de um profissional não pode definir sua competência.

A nossa imagem é importante? Claro que sim, mas que nossa postura, preparação e competência possam ser mais relevantes, ante aos julgamentos e avaliações da sociedade, a qual integramos.

Na vida, somos todos aprendizes. Temos experiências e conhecimentos diferenciados para agregar valor, não importando nossa idade, raça, cor, religião, classe social ou profissão.

Use de empatia, conheça a estrada que o outro percorreu, enfrente suas lutas e superações, depois, então, poderá definir, com base, sobre algo ou alguém.

Êxitos para todos!

Roberta Lídice.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s