Periódico Español: “La Tribuna de Albacete” – Fecha de publicación: 03/04/2018. La Tribuna de Albacete (España) publicó en esta fecha sobre el evento de presentación del Libro “Violencia Intrafamiliar: Rompiendo El Silencio”, de la autora Roberta Lídice, realizado el 14 de marzo, en el centro cultural Ateneo Albacetense.

 

Periódico Español: La Tribuna de Albacete – Fecha de publicación: 03/04/2018.

Honrada y sumamente agradecida al importante Periódico Español “La Tribuna de Albacete”, por la mención a mi persona, al que se refiere el evento de presentación de mi libro “Violencia Intrafamiliar Rompiendo El Silencio, que fue realizado el 14 de marzo de 2018, en el centro cultural Ateneo Albacetense.

El acto de apertura de dicho evento estuvo a cargo de los Ilustres Dr. Don Tomás Vicente, Vicedecano de la Facultad de Derecho de Albacete de la UCLM y Dr. Don Tomás Mancebo, Presidente del Ateneo Albacetense.

Roberta Lídice.

*La Tribuna de Albacete – Periódico Español: http://www.latribunadealbacete.es

Anúncios

Texto: “Ombudsman/Ouvidoria: o canal de denúncia eficaz contra a cultura de acomodação no ambiente organizacional”. Autora: Roberta Lídice.

*Foto: Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional São Paulo. Palestra: “O Papel da Ouvidoria na Solução de Conflitos” – Expositora: Dra. Roberta Lídice.

“Ombudsman/Ouvidoria: o canal de denúncia eficaz contra a cultura de acomodação no ambiente organizacional”.

*Por Roberta Lídice.

A figura do Ombudsman/Ouvidor tem um papel fundamental nas empresas e instituições públicas ou privadas, sendo este, um canal de denúncia eficaz contra a “cultura de acomodação”, garantindo o sigilo de todas as informações recebidas e preservação do nome do denunciante, quando requerido.

Os gestores têm como meta avaliar o crescimento de sua equipe, incentivando e desenvolvendo o grupo, diante das atividades propostas, visando à busca de melhorias contínuas, com foco no bom desempenho do setor.

As pesquisas de clima são grandes aliados dos diversos departamentos de uma empresa ou instituição, uma vez que permitem mensurar o grau de satisfação de seus colaboradores, bem como colher informações pontuais, de extrema relevância, a fim de detectar possíveis falhas e conflitos existentes entre pessoas, podendo ser solucionados de maneira eficiente e satisfatória.

Contudo, a “cultura de acomodação” pode ser adotada por alguns colaboradores, causando transtornos à equipe, pois o profissional que tem responsabilidade com as tarefas e obrigações assumidas, ficará insatisfeito com a acomodação do colega, recaindo em uma sobrecarga de trabalho para o grupo, em razão de atividades não realizadas pelo acomodado.

Vale ressaltar que, o colaborador acomodado também pode ser conhecido como: “O Anestesista”.

Como exemplo, pode ser citado a integração de um novo funcionário à equipe. “O Anestesista” irá aproximar-se desta pessoa, não para dar as boas-vindas, mas com intuito de “anestesiar” a motivação e entusiasmo do novo colaborador, principalmente, se este demonstrar capacidade e inteligência, pois o acomodado não tem visão de equipe, enxergando seus colegas, sempre, como concorrentes.

Lamentavelmente, esta pessoa tem como compreensão que, é mais fácil sabotar o trabalho alheio, a ter que arregaçar as mangas e ajudar sua equipe nas atividades, não enxergando que está sabotando a si mesmo, quando não desenvolve suas habilidades e capacidade profissional.

Nesse sentido, vislumbra-se a necessidade de que tais práticas sejam denunciadas e, devidamente, analisadas pelo canal Ombudsman, o qual receberá a demanda para tratativa, não para denegrir a imagem de outrem, mas sim, com um único objetivo: corrigir comportamentos negativos, que fogem ao Código de Conduta e Ética adotado pela empresa ou instituição, trazendo a verdade dos fatos, permitindo as alterações necessárias e estabelecendo um ambiente de trabalho saudável.

Em suma, verifica-se que, o Ombudsman tem um papel fundamental em sua função como um canal de denúncia, eliminando a “cultura de acomodação”, fazendo prevalecer a “cultura de motivação”, em um esforço conjunto entre gestor e equipe, incentivando o exercício de melhores práticas e boa postura de todos os colaboradores, independentemente de nível hierárquico.

Não devemos ser coniventes com condutas reprováveis. Sejamos agentes de mudanças, fazendo a diferença de maneira positiva e denunciando de forma responsável aos gestores, situações que não coadunam para o crescimento da empresa ou instituição.

Isto posto, conclui-se que o Ombudsman é fundamental, como canal de denúncia eficaz para o ambiente organizacional.

*Roberta Lídice: Advogada. Ouvidora. Consultora em Business Intelligence. Professora Conferencista do Máster Universitario en Acceso a la Abogacía na Universidad de Castilla-La Mancha (UCLM. Doutoranda em Direito pela Universidad de Castilla-La Mancha (UCLM). Campus: Facultad de Derecho de Albacete – Espanha.

Roberta Lídice Consultoria:
http://www.robertalidiceconsultoria.com/

Canal YouTube Roberta Lídice:
https://www.youtube.com/watch?v=ZpdHnwWcYxU&list=PLwM_elekCaP0wpKc7YVVjC68Ry3yZH_OI&index=2

 

Jus Navigandi: “Ombudsman/Ouvidoria: o canal de denúncia eficaz contra a cultura de acomodação no ambiente organizacional”. Autora: Roberta Lídice.

*Jus Navigandi

“Ombudsman/Ouvidoria: o canal de denúncia eficaz contra a cultura de acomodação no ambiente organizacional”.

Por Roberta Lídice.

“A figura do Ombudsman tem um papel fundamental nas empresas e instituições públicas ou privadas, sendo este, um canal de denúncia eficaz contra a “cultura de acomodação”, garantindo o sigilo de todas as informações recebidas e preservação do nome do denunciante, quando requerido.

(…) Vale ressaltar que, o colaborador acomodado também pode ser conhecido como: “O Anestesista”.

Como exemplo, pode ser citado a integração de um novo funcionário à equipe. “O Anestesista” irá aproximar-se desta pessoa, não para dar as boas-vindas, mas com intuito de “anestesiar” a motivação e entusiasmo do novo colaborador, principalmente, se este demonstrar capacidade e inteligência, pois o acomodado não tem visão de equipe, enxergando seus colegas, sempre, como concorrentes”.

Jus Navigandi: https://jus.com.br/artigos/50035/ouvidoria-interna-ombudsman-o-canal-de-denuncia-eficaz-contra-a-cultura-de-acomodacao

 

Presentación del Libro: “Violencia Intrafamiliar. Rompiendo el Silencio”, de la autora Roberta Lídice, en la Universidad de Castilla-La Mancha (UCLM) – Campus: Facultad de Derecho de Albacete – España.

*Obra incorporada a la Biblioteca de la Facultad de Derecho y Ciencias Sociales de la Universidad de Castilla-La Mancha (UCLM) – España, con la autorización del Decano de la Facultad de Derecho de Albacete:

Presentación del Libro: “Violencia Intrafamiliar. Rompiendo el Silencio”, en la Universidad de Castilla-La Mancha (UCLM) – Campus: Facultad de Derecho de Albacete – España.

Organiza: Máster Universitario en Acceso a la Abogacía de la Universidad de Castilla-La Mancha (UCLM).

Libro: “Violencia Intrafamiliar. Rompiendo el Silencio”

Autora: Roberta Lídice.

Sinopsis: Esta obra se plantea el objetivo de demostrar la importancia de la implementación de Políticas Públicas, en lo que se refiere al combate a la violencia intrafamiliar contra las mujeres, los ancianos, los niños y los adolescentes, en vista del escenario actual brasileño, así como de América Latina. Es urgente un cambio de comportamiento y cultura, a fin de que pueda establecerse un respeto mutuo entre todas las personas, independientemente de raza, color, credo o clase social, pudiendo ser reconocida como una sociedad que lucha por la igualdad y la fraternidad. Por medio de políticas públicas es posible concientizar para erradicar.

Disponible en la Librería Especializada Olejnik (envíos a todo Chile y el Extranjero) y en las principales librerías de España, Argentina y México:http://www.libreriaolejnik.com/ventana.php?codig=67603

Revista Jurídica SÍNTESE Direito Penal e Processual Penal – Edição 108/2018. Seção Especial “Acontece”: “Violência contra Crianças e Adolescentes: Implicações Jurídicas e Psicológicas do Crime” – Autora: Roberta Lídice.

Revista SÍNTESE – Publicações Jurídicas.

Caros leitores,

A Revista Jurídica SÍNTESE Direito Penal e Processual Penal – Edição 108/2018, já está disponível aos assinantes dos produtos IOB SÍNTESE – Editorial SAGE.

Nesta edição, para compor a Seção Especial “Acontece”, foi publicado texto de minha autoria, intitulado:

“Violência contra Crianças e Adolescentes: Implicações Jurídicas e Psicológicas do Crime”

A Revista SÍNTESE – Publicações Jurídicas – possui um conceituado conselho editorial e constitui-se em uma referência para o estudo, bem como ao aprofundamento dos temas relevantes das diversas áreas do Direito.

Para mais informações, acesse:

http://www.sintese.com/penal.asp

http://www.iob.com.br/newsletters/conteudo.asp?produto=NEWSSINTESE&id_edicao=4379

Bons Estudos!!

Roberta Lídice.

*ISSN 2179-1627. LÍDICE, Roberta. Violência contra crianças e adolescentes: implicações jurídicas e psicológicas do crime. Revista SÍNTESE Direito Penal e Processual. Porto Alegre. Ed. 108. pp. 206-211. Ano 2018.