Arquivo diário: 2 de abril de 2018

Obra: “Violencia Intrafamiliar: Rompiendo El Silencio”, de autoría de la Dra. Roberta Lídice.

 

Disponible en la Librería Especializada Olejnik (envíos a todo Chile y el Extranjero) y en las principales librerías de España, Argentina y México:

Libro: “Violencia Intrafamiliar. Rompiendo el Silencio”

Autora: Roberta Lídice.

Idioma: Español.

Ediciones Olejnik. Año 2018.

*Obra incorporada a la Biblioteca de la Facultad de Derecho y Ciencias Sociales de la Universidad de Castilla-La Mancha (UCLM) – España, con la autorización del Decano de la Facultad de Derecho de Albacete.

Informes: http://www.libreriaolejnik.com/ventana.php?codig=67603

Anúncios

Día Mundial de Concienciación sobre el Autismo – 02/04/2018 Accción Solidaria: Universidad de Catilla-La Mancha (UCLM). Campus: Facultad de Derecho de Albacete.

SUDADERAS SOLIDARIAS DE LA FACULTAD DE DERECHO DE ALBACETE – UNIVERSIDAD DE CASTILLA-LA MANCHA (UCLM) – España.

¿Queréis participar en esta causa solidaria?

Con cada sudadera que se compre la Delegación de Alumnos donará el beneficio a la Asociación Desarrollo Autismo de Albacete.

Os podéis pasar a probaros todas las tallas y colores al Despacho de la Delegación de Alumnos de Derecho.

Por apenas 17€ puedes comprar una sudadera sin capucha y por 20€ con capucha.

¡Únete a esta Acción!

Acción Solidária – UCLM: La Universidad de tu vida.

Roberta Lídice:
Profesora Conferenciante del Máster Universitario en Acceso a la Abogacía en la Universidad de Castilla-La Mancha (UCLM): Campus: Facultad de Derecho de Albacete.

 

*Revista SÍNTESE Direito Penal e Processual Penal. Revista Jurídica SÍNTESE Direito Penal e Processual Penal – Edição 108/2018. ISSN 2179-1627: “Violência contra crianças e adolescentes: implicações jurídicas e psicológicas do crime”. Autora: Roberta LÍDICE.

*Revista SÍNTESE Direito Penal e Processual Penal. Edição 108/2018. ISSN 2179-1627.

Comentário Síntese: Penal

Violência contra crianças e adolescentes

“A violência contra crianças e adolescentes se faz presente em muitos lares brasileiros, ocorrendo em qualquer dia e horário, principalmente nos fins de semana, quando o agressor encontra-se mais tempo em casa, sendo esta violência física, psicológica, sexual ou moral. Há casos em que as vítimas ou seus parentes não denunciam o crime; sendo assim, os praticantes da violência continuam agindo livremente, como se nada tivesse acontecido. O silêncio é motivado pelo constrangimento ou pelo trauma de relatar a ocorrência. Também pela certeza que muitas vítimas têm de que nada vai acontecer com o criminoso. Não são poucas as denúncias de abusos sexuais em casa, castigos corporais e, até mesmo, humilhações e discriminações na escola, cabendo às autoridades e à sociedade um posicionamento firme e combativo contra esses crimes”.

Assunto como esse, caro leitor, de autoria da Dra.Roberta Lídice, você poderá encontrar na Revista SÍNTESE Direito Penal e Processual Penal.

Desejamos a você uma ótima leitura!

http://www.sintese.com/penal.asp

http://www.iob.com.br/newsletters/conteudo.asp?produto=NEWSSINTESE&id_edicao=4379

*ISSN 2179-1627. LÍDICE, Roberta. Violência contra crianças e adolescentes: implicações jurídicas e psicológicas do crime. Revista SÍNTESE Direito Penal e Processual. Porto Alegre. Ed. 108. pp. 206-211. Ano 2018.